Jovem mesa-tenista goiano, de 11 anos, conquista medalha de ouro no Peru

Com apenas 11 anos, o jovem mesa-tenista goiano, Flávio Coelho, começa a marcar o seu nome com grandes conquistas no esporte. Natural de Goiânia, assim como sua mãe, mas com o pai mineiro, o atleta conquistou uma medalha de ouro na sua primeira competição internacional na categoria sub-11, além de um terceiro lugar competindo no sub-13, contra adversários mais velhos.

Essa foi a primeira etapa do Circuito Mundial de Tênis de Mesa que Flávio Coelho disputou. Treinando a quatro anos, nos últimos dois ele aumentou a intensidade para em média de quatro a seis horas diárias além de acompanhamento com profissionais de diversas áreas, como psicóloga e nutricionista, para o seu desenvolvimento como um atleta. Mirando o futuro dentro do esporte, o goiano conta com equipe técnica em Goiás e também em São Paulo.

No último ano, Flávio Coelho se sagrou campeão brasileiro por equipes e ficou em terceiro por clube. Foi campeão no Aberto do Rio de Janeiro e também no Torneio Platinum. Com esses resultados, ele subiu para 1º no ranking do Brasil sub-11, e garantiu vaga na disputa do seu primeiro torneio internacional do Flávio.

“Ele se divertiu bastante, comprou uma alpaca de pelúcia, conseguiu entender espanhol, mas teve dificuldades em falar. Ele estava muito concentrado para essa competição. O Flávio é atleta da seleção brasileira de tênis de mesa desde o final do ano passado e então enfrentou outros jovens da Argentina, Peru e Costa Rica e aplicou o que colocou nos treinos, com um jogo bem tático e de muita velocidade”, revelou o pai de Flávio Coelho, Neivaldo Coelho.

Após a disputa do torneio em Lima-PER, Flávio Coelho retorna para Goiânia, mas já está pensando na próxima competição. Entre os dias 3 a 15 de junho, o mesa-tenista goiano estará em Salta, na Argentina, e já volta aos treinamentos, em solo goiano, na próxima quinta-feira (12).