Fica 2022 começa nesta terça (24) com promessa de ser “maior da história”

23° edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica), tem início nesta terça-feira (24), às 19h, no Cine Teatro São Joaquim, na cidade de Goiás. Durante o dia, o festival exibe filmes goianos e de outros estados e na abertura oficial, o Cine Goiás Itinerante – que leva o cinema ambiental para as cidades que não tem contato com o audiovisual – apresenta “Os seresteiros do Rio São Francisco”, que retrata a cultura e, principalmente, a sonoridade dos seresteiros da região.

Segundo a Secretaria de Estado de Cultura de Goiás (Secult), o Fica este ano terá a maior programação de sua história, com 13 dias de atividades gratuitas.

Para a noite de abertura ainda estão previstas homenagens à moradora de Goiás, Maria Luiza Oliveira, em reconhecimento ao trabalho na área da saúde; ao líder indígena e ambientalista, Ailton Krenak e a Bartolomeu Marinho, projetista do Cine Cultura, que morreu em decorrência da Covid-19, no ano passado.

Neste ano o evento retoma ao formato inteiramente presencial depois de dois anos com exibições, shows e atividades sendo realizadas de forma online e híbrida. “Finalmente, podemos convidar o público de volta às salas e aos palcos para assistir e celebrar a arte goiana”, afirmou o secretário estadual de Cultura, Marcelo Carneiro.

De acordo com balanço apresentado pela direção artística do evento,  foram inscritos na mostra principal do festival curtas, médias e longas-metragens de 20 diferentes países (Alemanha, Argentina, Brasil, Cabo Verde, Canadá, Chile, China, Colômbia, Dinamarca, Espanha, Egito, EUA, França, Holanda, Itália, Japão, Líbano, Portugal, Suíça e Uruguai).

Parcerias e investimentos para o Fica 2022

Dos R$ 8 milhões a serem investidos pelo Governo de Goiás na retomada cultural, R$ 5 milhões serão destinados exclusivamente ao Fica. O Estado vai distribuir mais de R$ 350 mil em prêmios para as produções que se destacarem na edição deste ano.

Pelo segundo ano consecutivo, o Sesc Goiás é co-realizador do Fica, organizando ações junto à Secult. Para a realização do festival neste ano, a entidade investiu R$ 652 mil.

O Fica 2022 também é realizado por meio de parceria com a Universidade Estadual de Goiás (UEG), com as secretarias estaduais do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e da Retomada, além da Prefeitura da cidade de Goiás.

Leia também no Mais Goiás: Fica 2022 divulga programação gratuita, com mostras, shows e muito mais