Paola Carosella diz que quem apoia Bolsonaro é ‘escroto ou burro’ e sofre ataques na web

m entrevista ao podcast DiaCast, a chef de cozinha Paola Carosella disse que quem apoia Jair Bolsonaro é “burro ou escroto”.

“É muito difícil se relacionar com quem apoia Bolsonaro por dois motivos: ou porque é um escroto ou é burro”, começou Paola. “Já ficou muito claro que não teve problema de governo, que [o presidente] não faz a mínima ideia do que está fazendo”, completou, dizendo que Jair luta contra um comunismo que não existe.

A declaração da ex-jurada do Masterchef Brasil reverberou nas redes sociais e bolsonaristas começaram a atacá-la e pedir para que ela voltasse para a Argentina, seu país de origem.

Na web, começou-se também um movimento para boicotar o restaurante de Carosella, o Arturito. “Já que a senhora acha muito difícil conviver com quem votou em Bolsonaro, tá aqui o endereço do restaurante dela em São Paulo para que os Patriotas não frequentem”, escreveu um internauta. Um outro escreveu que o estabelecimento da chef “deve ser frequentado pela esquerda caviar”.

 

“[Ela] só sabe reclamar, mas jamais voltaria para o país de origem, já que lá tá tudo quebrado”, endossou mais uma. “É a hipocrisia máxima em forma de gente”.

 

 

 

Até o fechamento deste texto, Paola Carosella não se pronunciou sobre os ataques de apoiadores de Jair Bolsonaro.

Paola Carosella diz que quem apoia Bolsonaro é “escroto ou burro”; ouça a entrevista na íntegra: