Suspeito de aplicar golpes em torcedores do Vila Nova é preso, em Goiânia (GO)

A Polícia Civil (PC) prendeu um homem suspeito de aplicar golpes contra torcedores do Vila Nova Futebol Clube nesta segunda-feira (4) no Residencial Paulo Pacheco, em Goiânia. A ação integra a Operação Torcedor Fake e tem o objetivo de, além de garantir a prisão do suspeito, identificar outras pessoas que possam estar envolvidas.

O crime aconteceu no dia 18 de abril deste ano, em um grupo de WhatsApp de torcedores do time. O suspeito afirmou que estaria organizando viagem de ida/volta, destino Goiânia – Rio de Janeiro, para assistir o jogo válido pela Copa do Brasil, entre Fluminense e Vila Nova. Depois que as vítimas transferiram o dinheiro para uma conta aberta de forma fraudulenta em nome de um terceiro, o suspeito saiu do grupo e parou de responder as mensagens.

A Polícia Civil investigou o caso conseguiu identificar e localizar o suspeito. Além de aplicar o golpe no grupo de WhatsApp, ele também seria o responsável pela abertura da conta utilizada com documentos falsos.

Inicialmente a policia acreditava que o suspeito era torcedor de outro clube. Entretanto, a investigação apontou que ele é torcedor do próprio Vila Nova Futebol Clube e membro de torcida organizada.

A autuado foi conduzido ao Sistema Prisional, ficando à disposição do Poder Judiciário. Ele deve ser indiciado pelo crime de estelionato mediante fraude eletrônica.