PMs acusados de matar quatro pessoas em Cavalcante respondem por mais de 2 homicídios

Três dos sete policiais militares acusados de matar quatro pessoas em uma chácara em Cavalcante, na região da Chapada dos Veadeiros, respondem por mais outros dois homicídios na Justiça. O processo envolvendo os dois homicídios mais recentes chegou nesta semana ao Judiciário estadual, após a conclusão de um inquérito feito pela própria corporação militar.

O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) afirma que o caso não é da competência da PM e pediu que a documentação seja enviada para a Justiça comum, e não à militar. A investigação em andamento pela Polícia Civil ainda não foi concluída.

As vítimas dos novos processos são Alessandro Pereira da Silva, de 23 anos, e Welington Gonçalves, de 27. Ambos foram mortos durante uma ação policial em Niquelândia, por volta de 21 horas do dia 8 de novembro de 2021.