Homem é preso por atear fogo em vegetação às margens da BR-050, em Campo Alegre

Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem de 29 anos suspeito de atear fogo em vegetação às margens da BR-050, na cidade de Campo Alegre de Goiás, Sudeste do Estado. O caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (5), na altura do quilômetro 195.

De acordo com testemunhas, uma equipe da concessionária que administra a rodovia acionou a PRF de Catalão assim que notou que o sujeito havia colocado fogo na vegetação em área lindeira. Os agentes rodoviários foram até o local e prenderam o suspeito, que portava uma faca.

O homem foi conduzido à Polícia Civil de Catalão e deve responder, em tese, pelo crime de incêndio, cuja pena básica varia entre três e seis anos, aumentada em um terço quando o crime ocorre em mata, floresta, lavoura ou pastagem.

Atear fogo em vegetação pode causar acidentes

A PRF explica que tal conduta, além de tipificada como crime pela legislação, pode ocasionar acidentes, pois reduz a visibilidade nas rodovias.

Últimas 24 horas

Além desta ocorência, a PRF registrou, nas últimas 24 horas, seis acidentes acidentes. Quatro deles não teve feridos, um outro teve uma pessoa machucada e outro com vítima morta.

O acidente fatal ocorreu na rodovia BR-414, no município de Abadiânia, por volta das 15h. Um caminhão, que trafegava no sentido Abadiânia-Corumbá, colidiu lateralmente contra um automóvel e uma carreta, que trafegavam em sentido oposto. Os condutores dos veículos pesados não sofreram ferimentos, mas a condutora do automóvel, uma mulher de 36 anos, morreu no local do acidente.

Na BR-153, uma carreta nove eixos, carregada de frutas e verduras, tombou e bloqueou a Avenida Vera Cruz, no Jardim Guanabara, em Goiânia. A via só voltou ao fluxo normal na manhã desta sexta-feira (5). Apesar disso, ninguém se feriu.

Nas últimas 24 horas também foram realizadas 344 autuações de infrações de trânsito. Dessas anotações, 18 foram flagrantes de condutores ou passageiros que não usavam o cinto de segurança, um motorista foi flagrado utilizando celular na direção, cinco condutores autuados por dirigir sob efeito de álcool e 92 condutores foram flagrados em ultrapassagens proibidas.