Em retorno na disputa ao Senado, Marconi empata com delegado Waldir: 16,93% a 16,81%

A indecisão do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) na disputa ao governo ou Senado pode ter custado eleitores. Se em pesquisas passadas, o tucano liderava com certa folga, no levantamento Goiás Pesquisas/Mais Goiás deste sábado (26) ele se viu em um empate real com o delegado Waldir: 16,93% para o ex-gestor e 16,81% para o deputado federal.

Além deles, outros dois concorrentes seguem na disputa de perto. O ex-senador Wilder Morais (PL) aparece com 14,37% e o ex-ministro Alexandre Baldy (PP) com 12,91%.

Vale lembrar, o ex-governador tinha anunciado que disputaria o governo de Goiás durante encontro estadual do PSDB, ainda em julho. Na convenção, em 5 de agosto, ele recuou e decidiu pelo Senado.

A corrida pela Casa Alta do Congresso traz, ainda, o deputado federal João Campos (Republicanos), com 6,21%; o empresário Leonardo Rizzo (Novo), com 5,72%; a ex-deputada estadual Denise Carvalho (PCdoB), 3,78%; o ex-deputado federal Vilmar Rocha (PSD), com 2,68%; além de Antônio Paixão (PCO), com 1,22%; e Manu Jacob (PSOL), com 0,97%. Brancos e nulos somaram 7,92%, enquanto 10,48% não souberam responder.

(Infográfico: Niame – Mais Goiás)

Metodologia

O levantamento Goiás Pesquisas/Mais Goiás ouviu  821 eleitores de 22 a 24 de agosto de 2022. A margem de erro é de 3,42 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%.

Entre os entrevistados, 47,62% foram do sexo masculino e 52,38% feminino. Destes, 35,20% possuem ensino fundamental; 43,61% ensino médio completo ou incompleto; e 21,19% superior completo ou incompleto. Os registros no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) são BR-07387/2022 e GO-05238/2022.